terça-feira, 14 de junho de 2011

Apenas uma formiga...


Em um desses dias as 7:00AM, estava eu, praticamente um zumbi dormindo e acordada ao mesmo tempo, andando pelo metrô, aquele monte de pessoas correndo apressadas, e um silencio mortal, comecei então a pensar:
Todos os dias nos deparamos com milhares e milhares de pessoas, seja no trânsito, no trem, no ônibus ou no trabalho, já parou pra pensar o tamanho do capital humano?! A quantidade de pessoas existentes no seu bairro, cidade, país? E no mundo!?
Quando nos deparamos com pessoas nas conduções públicas todos os dias muitas vezes nos irritamos com atrasos, apertos ou empurrões, mas raramente pensamos que muitas dessas pessoas são como nós, com a mesma rotina, mesmos gostos, mesmas afinidades.
Já parou para pensar que você é apenas mais um em milhões? Que o mundo sem sua presença não faz a mínima diferença, e que tudo continuará acontecendo com ou sem você? Haverá energia elétrica, pão quentinho de manhã, novela, desastres, nascimentos e mortes. Mesmo você sendo peça fundamental em uma determinada tarefa na empresa ela continuará funcionando se um dia você for embora.

“Foi a maior queima de arquivos da história do Rio de Janeiro, e mesmo assim, o sistema continuava de pé. O sistema entrega a mão pra salvar o braço. O sistema se reorganiza, articula novos interesses, cria novas lideranças. Enquanto as condições de existência do sistema estiverem aí... ele vai resistir.” Capitão Nascimento

O trecho acima é de um filme muito conhecido, uma critica brasileira ao governo, a corrupção! Mas se utilizarmos a dissertação em outro contexto, sendo ele em nossa vida profissional ou sentimental, o significado é o mesmo!
A vida se adapta sempre, em todas as ocasiões, é como a teoria da evolução quem não se adapta ao meio é ‘eliminado’ sem a menor piedade.
Porque perdemos tanto tempo criticando e cuidando da vida alheia quando temos uma vida própria pra tocar.
Podemos não ser nada para o mundo, mas o que importa não é o mundo, é o seu mundo, o que existe dentro de você. Vamos parar de ficar acumulando brigas, fofocas, sentimentos ruins e energias negativas, a vida é tão mais que isso!
Pare de ficar sobrecarregando sua vida de coisas que não lhe agregam valores, faça o que te dá prazer, preocupe-se consigo mesmo, se você não for capaz de fazer isto, ninguém será por você!
Amanhã ou depois nada mais fará sentido, então gaste seu tempo de maneira inteligente, não espere que alguém lhe faça algo de bom para você poder dizer o quanto ela é especial pra você, não tenha medo de ser quem você é, não se esconda atrás de uma máscara. Cedo ou tarde a máscara cai, e quem tem que arcar com as conseqüências é você!
No seu filme, o protagonista é você! E cabe a você fazer com que a história seja boa ou ruim!

Um comentário:

Sua opinião é muito bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...