domingo, 21 de agosto de 2011

Acreditar


Ela não estava feliz, nem satisfeita consigo mesma, sua vida estava atribulada demais com suas obrigações, sem harmonia para continuar caminhando, ela sentia-se cada vez mais desesperada mas não desistiu, continuou e continuou... Lutando dia após dia contra sí mesma, contra o que se alojava ali dentro.

Não era possível que o mundo estivesse errado e ela estivesse certa, então resolveu mudar!

Decidiu que o próximo passo era harmonizar-se o máximo possível, para que sua presença fosse suportável a si, pois se ela não era capaz de suportar-se, quem seria? Durante um tempo ela esperou, ela conheceu-se, conversou consigo mesma, e analisou o que estava lhe incomodando, claro que ninguém consegue carregar o mundo nas costas sozinho, e ela buscou ajuda da forma que era possível.

As pessoas diziam que era louca, que aquilo não fazia o menor sentido, que isso não era coisa de pessoas maduras, mas ela continuou olhando em frente, com foco em seus objetivos, e quando nas poucas vezes ela achava que não tinha forças, sempre havia alguém que ainda acreditava, e a ajudava a acreditar.

Até que um dia ela olhou-se no espelho, e percebeu que havia algo de diferente, que ela se sentia finalmente em paz, se sentia plena, como nunca havia se sentido antes... Como se não houvesse mais o vazio.

Mas o  mais importante é que ela nunca deixou de acreditar em si mesma!

Um comentário:

  1. Se as pessoas acreditassem em si mesmas não haveriam tantas igrejas e nem tantos suicídios.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...