segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Lixo Alheio


Quantas vezes aceitamos determinadas situações por medo de falar o que realmente sentimos ou achamos? Quantas vezes nos reprimimos por medo do resultado de nossos atos?

Aposto que você já se viu em uma conversa desconfortável, em um lugar desagradável ou com pessoas desfavoráveis, mas no momento fez cara de paisagem e aceitou! Não saiu, não recusou, não cortou!

"Deve ser o nosso jeito de sobreviver, engolindo esse lixo moral e fingindo que está tudo bem." Lya Luft

Fazemos isso o tempo todo, e fazemos porque temos medo da rejeição, medo de não ser aceito, porque o ser humano precisa provar pra si mesmo que é aceito, que faz parte de uma sociedade, temos medo do que as pessoas possam vir a pensar de nós, como nos chamar de insensíveis, sem coração, sem alma... aaahh... Sem alma!

Justamente por ter uma alma, é que você deve cuidar da sua! Você cuida do seu cabelo? Da sua unha? Da sua pele? Então porque você não cuida da sua alma? De que adianta estar bonito por fora e podre por dentro? Sabia que a sua alma é quem passa a sensação de beleza para as pessoas? É!

Alias... não é você quem cuida não é? Você paga pra alguém cuidar pra você! Se bem que... Quem tem que conviver com sua podridão interna é você mesmo, não sou eu e nem ninguém! Não cuidar da alma é como viver em uma casa que não é sua, em uma espelunca caindo aos pedaços.

Quando se aceita essas coisas ruins esta atraindo energias, e aceitando que elas se tornem cada dia maiores, porque nossos atos são como grandes avalanches, que começam de uma pequena queda e crescem de forma absurda, não somente para as águas ruins, as boas também! Energia chama energia e quando percebe-se a avalanche já destruiu/construiu tudo que viu pela frente.

Em algumas observações, pude perceber o quanto as pessoas gostam de descarregar o lixinho delas sobre as outras, fazendo sua defecação enorme na cabeça alheia e depois delegando suas responsabilidades para o primeiro tolo disposto a assumi-las.

Então é hora de se olhar no espelho e perguntar: "Qual minha profissão? Tenho cara de Gari?!"

Pois é... Se todos te procuram pra descarregar o lixo é porque você tem cara de gari e não porque é uma pessoa popular! As pessoas te procuram pra te dar boas noticias? Te ligam pra dizer que estão grávidas, que vão fazer uma viagem, que estão noivas, que estão felizes?

Não né... É sempre porque alguma coisa deu errado, porque brigou com o namorado, porque cometeu um erro tamanho.

Não que não se deve dar o ombro à um amigo ou virar as costas para as pessoas, mas atrair uma única energia sem haver um contra-peso deve ter algo de errado! Nunca se esqueça que semelhante atrai semelhante e é assim que a avalanche começa...

Em uma roda de conhecidos surge um assunto que você não gosta, falar da vida alheia, discutir sobre religião, ou até sentir aquela energia negativa, o que você faz? Fica ali ouvindo? Inalando aquele grande fedor de coisa podre? Você fica perto de defunto em decomposição? Você anda no lixão? Você come comida estragada?

Aposto que não né? Então PORQUÊ aceitar essas situações? Porque mastigar esse alimento putrefato? É tudo a mesma coisa... É lixo, é odor, te infecta e quando você sai de lá sai com o aroma de coisa estragada!

Assim é a alma, ela se suja quando recolhe essa grande porcaria.

Não segure a onda de ninguém que não é de seu interesse, não abrace pessoas e situações desagradáveis, não ofereça seu coração a quem não mostrar um mínimo de dignidade.

Se a pessoa teve a oportunidade de tomar um banho e dormir na sua cama cheirosinha, mas mesmo assim continuou vagando a noite no lixo, mesmo sabendo que era errado, mesmo sabendo que poderia sujar outras pessoas, porque você tem que dar o seu chuveiro? Para que sujem seu banheiro?! Aaa não! Não não não... Pára com isso... Na sua casa só quem tem o direito de sujar é você!

Não se preocupe em agradar as pessoas, quem gostar de você, vai gostar assim, do jeito que você é, sem máscaras, sem se submeter a situações desagradáveis. Nem implore para recolher o lixo alheio, porque quem quer, quem realmente precisa, pede, e pede porque dói, porque incomoda! 

Você já tem sua própria vida para resolver, então cada um que cuide de si mesmo.

O que você acha de mudar de profissão?

2 comentários:

  1. Bela observação... Isso me lembrou algo e gostaria de complementar o seu texto do qual estou aplaudindo de pé show Ari...

    As Três Peneiras de Sócrates

    Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:

    - Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!

    - Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.

    - Três peneiras? Que queres dizer?

    - Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?

    - Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se é verdade.

    - A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?

    Envergonhado, o homem respondeu:

    - Devo confessar que não.

    - A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?

    - Útil? Na verdade, não.

    - Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não é verdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.

    ResponderExcluir
  2. bem legal o post, eu procuro sempre exercitar o meu não para as coisas que me causam desconforto, as situações constrangedores nos oprimem não so no momento mais se agregam ao nosso modo de viver, sempre engolindo.

    to seguindo
    http://inked-coffee.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...