quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Em busca da felicidade?


Tenho ouvido diversas pessoas me procurarem e precisarem de minha presença devido algum acontecimento triste ou simplesmente porque quer minha alegria por perto. Algumas pedem conselhos, outras ofendem, e outras simplesmente me enchem de amor e carinho!

Getty Images, todos os direitos reservados.
O que realmente me preocupa é a quantidade de pessoas tristes e insatisfeitas consigo mesmas e com suas próprias vidas, não me considero um aterro sanitário onde elas depositam seus lixos, porque além das tristezas também me procuram pra contar coisas boas, porém me preocupo com o rumo que a humanidade está tomando! 

Tento ajudar ao máximo as pessoas que estão ao meu redor, e não me poluir com os ambientes pesados e o negativismo alheio, para que eu possa sempre ter uma palavra amiga, procuro fazer as outras pessoas sorrirem mesmo quando minha unica vontade seja chorar, porque saber que fui capaz de proporcionar um sorriso há alguém me deixa extremamente feliz.

Vamos ajudar ao próximo, nada torna alguém mais nobre do que dedicar um pouco de sí à quem precisa de ajuda! 

Percebo que à cada dia que passa os anti-depressivos, ansiolíticos e calmantes são mais e mais procurados, o que não deveria ocorrer em uma sociedade que prega a felicidade e a busca como uma medida de vida a satisfação pessoal! 

Getty Images, todos os direitos reservados.
Vemos nos comerciais um monte de sorrisos brancos, um monte de pessoas felizes e saltitantes, nos bares as grupos sorrindo, mas quando elas estão sós, ou paradas no trânsito, ônibus, metrô, cansei de ver lágrimas caindo, e diversas vezes tive vontade de oferecer um ombro.

Vivemos de aparência, usamos botox, silicone, clínicas de estética, quando na realidade estamos apenas tentando ocultar nossa podridão interna que está a cada dia em maior evidência.

Somos vazios, esburacados e tristes, porém queremos mostrar ao outro uma imagem aceitável pelo simples medo de sermos rejeitados por nossos problemas, mesmo porquê quem vai se aproximar de alguém que só sabe chorar e reclamar da vida o tempo inteiro? De alguém podre por dentro e por fora?

Estamos camuflando nossa aparência externa para que possamos ser expostos na banca junto com as demais maçãs, e vamos pouco à pouco estragando as outras ao redor.

Alguém me diz o que está acontecendo com o mundo? 

Cada dia em uma rotina mais caótica, cheios de obrigações e agendas lotadas, não sobra tempo para um afago, para os amigos, não sobra tempo pra sí mesmo! 

Getty Images, todos os direitos reservados.
Nos grandes centros de circulação, em horários comerciais, vemos pessoas correndo o tempo todo atrasadas, de mau-humor, estressadas e olhando o relógio frenéticamente!

Não se fala mais bom dia pro padeiro, nem se agradece a caixa do mercado, expressões como: "Amém", "Tenha um bom dia", "MUITO obrigada.", "Bom trabalho" são cada dia mais raras, estamos nos tornando máquinas de produção? 

Porque ninguém olha um bichinho na rua? Porque ninguém diz bom dia pro sol, pra vida ou boa noite pra lua? Porque ninguém acorda feliz simplesmente pelo fato de ter acordado? Porque as pessoas reclamam de suas famílias ao invés de aceitá-las como são? Porque vemos defeito até no que é perfeito? Porque ninguém agradece por ter um alimento, um emprego, porque tratamos o capital humano como enlatados encontrados nas prateleiras de supermercado?

Será que sou tão antiquada assim? Será que ainda sou uma criança? Tenho um dia de trabalho exaustivo, percorro 65km por dia no meu trajeto e estou sempre disposta a sorrir, a ajudar um velhinho atravessar a rua, não sou melhor que as outras pessoas, não tenho super-poderes, minha vida não é perfeita, nem tenho tudo que sempre sonhei, mas eu to aqui, tô de pé e consigo andar com minhas próprias pernas.

Nada, NADA MESMO, me faz melhor que você, somos todos iguais... Mas... porquê você quer ver um mundo tão cinza? Ele é colorido sabia?


Do lado de cá!!! 

4 comentários:

  1. Você me ensinou a ver as coisas dessa maneira, espero que todos possam ver assim também. Obrigado por mostrar que isso tudo existe =) beijo enorme e continue assim;)

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto. Mas acho que aqui fica uma reflexão: nao acho que somos todos iguais, somos INDIVÍDUOS, seres únicos, individuais. Creio que o que devemos aprender com as diferenças e aprender a conviver com elas. A zona de conforto é pensar que somos iguais, pois isso as pessoas costumam comparar a própria vida com a dos outros. Nem tendo “direitos“ iguais temos, tudo teoria...
    Parabéns pelo texto, beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Gosto de seus textos, desde sempre assim como da sua maravilhosa companhia.
    Seus textos são saborosos, como já te falei. Felizmente existe no mundo pessoas lindas como vc, que tem a energia boa e abre a boca só para espalhar boas sementes. Deus te ilumine sempre!!!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito bem vinda!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...